domingo, 15 de março de 2009

CDU MOLAMBO

CENTRAL SCRUTINIZER APRESENTA...

CDU MOLAMBO

Às sete da manha a jornada começa com nosso herói saindo de casa, na CDU, em direção à Federal onde estuda alguma coisa qualquer. Logo de início ele tem que atravessar um extenso percurso debaixo de um sol filho da puta que fustiga sua cabeça sonolenta. Vejam só: sua que nem um cavalo cansado.

CS: Ta foda aí, né?
H: Pô, total.
CS: E tu gosta de estudar?
H: Véi... é, né?

Andando mais um pouco o tempo dá uma de sacana e muda drasticamente: do nada cai um temporal, o que na CDU significa inundação. Nosso herói agora tem que se arriscar a pegar uma leptospirose ao andar por entre as poças gigantescas que se estendem por todo o terreno. Vejam aí: ele chega na Federal todo molhado, todo suado, porque o calor continua apesar da chuva, todo fudido.

CS: Tá chegando, né?
H: É, quero me formar, né?
CS: Tu gosta de materialismo histórico?
H: Gosto!
CS: Gosta de materialismo dialético?
H: Gosto!
CS: Gosta mais de materialismo histórico ou de materialismo dialético?
H: Gosto mais de materialismo histórico e mais de materialismo dialético também.

Dentro da Federal nosso herói agora tem que se esquivar dos vendedores de cartão de crédito, que atacam sem distinção. Numa estratégia clássica, ele diz que já tem o cartão; de todos as marcas, todas as bandeiras, todas as cores, pra todos da família, até a porra do chiuauazinho irritante que late o dia todo.

CS: Tu gosta de beber?
H: Opa, gosto!
CS: Gosta de Chateau lê Blanc 1968?
H: Gosto!
CS: Gosta de Carreteiro?
H: Carreteiro, não, ó aqui pra você! ( mostra o dedo)

Finalmente nosso herói chega ao seu prédio, mas... ahhhh, tá em greve!

CS: E agora?
H: Bem, agora é esperar os professores deixarem de vagabundagem, né?
CS: E tu quer estudar?
H: Pô, to precisando muito me formar, terminar meu curso, né?

Por fim nosso herói retorna todo o caminho de volta para casa. Nossa produção acompanha seus passos até que ele vai pro Bar da Fossa. Lá ele pede um carreteiro e vai encher a cara.

10 comentários:

César Fernández disse...

Carreteiro me traz lembranças...

Só estou na federal há um mês e já entendo bem do que estás falando nessa postagem, já fiz essa viagem toda pra chegar lá e não ter aula...

Ah, nos dialogozinhos aí... deu pra sacar que o "H:" é o 'herói', o "CS:" seria a sua 'cabeça sonolenta'?

ahá, teu blog também tá legal ^^
'cê é o cara da turma de francês 3, né?

poli disse...

quem manda ser pobre, esse mané molambo? se fosse rico ia de carro com ar-condicionado pra a nassau. estuda de graça e ainda fica reclamando. aposto que chega atrasado na aula de cultura brasileira. auhuahauhauha (pior sou eu, que pego cdu-várzea pra chegar na federal) XD

Lusca disse...

Poli,
não só chega atrasado nas aulas de cultura brasileira como não le os textos e ainda fica reclamando do professor! hauahauhuaua

Djaysel disse...

hauhauhauahauhauhua Admito que me senti em casa!!!! hauhauhahauhau

poli disse...

Dj, o seu comentário foi o melhor XD

Lusca disse...

Dj, essa é a vida de todos nós! o herói está dentro da gente!

Djaysel disse...

uhuahauhuahauhauhauhauahuh

Syn (apses) disse...

Nossa, eu já estudei numa faculdade particular e também numa federal e, pelo menos no meu caso, acredite: a única diferença é que você paga na particular e as faltas dos professores tem justificativas diferentes (algo como "sofreu um acidente, mas passa bem" ou "viajou para um congresso inadiável"), mas nada convincentes... tsc tsc tsc

Agora por favor, me diz o que seria "carreteiro", plz? =X

Abração Lusca! Gostei daqui tb e vou vir mais vezes com certeza!!!

Djaysel disse...

Cara... carreteiro é o vinho mais vinho que eu já tomei na vida... é a obra prima da produção em massa de nosso mundo moderno... é um gole somente pra se apaixonar... uahuahuahuahuahuah

srtatorres disse...

boa noite!
federando... eu tb to nessa, federando na federal!
seja bem vindo quando quiser no cafe.
abraços
roberta